Redução do estômago pode causar danos neurológicos.

Cientistas americanos sugerem que um número significativo de pacientes submetidos a cirurgias de perda de peso desenvolve danos no nervo periférico.

A equipe de pesquisadores da Mayo Clinic, no estado de Minnesota, afirma que os pacientes entrevistados para o estudo reclamaram de dores, sensação de dormência e fraqueza.

Eles acreditam que os danos à saúde surgidos após operações de redução de estômago são causados por má nutrição, uma vez que o corpo se torna menos capaz de absorver os nutrientes.

O estudo se concentrou nos casos de operação para redução de estômago e para colocação de marca-passo gástrico.

Mas para os pesquisadores, o problema pode ser evitado caso o paciente se submeta a uma dieta adequada antes e depois da cirurgia.

O neurologista Jim Dyck, que participou da pesquisa, diz que o risco de danos no nervo periférico existem: "Os médicos e o público em geral precisam saber que há complicações de ordem neurológica e que isso é uma conseqüência freqüente da cirurgia", afirmou.

"Não estou dizendo que as pessoas não devem se submeter à operação, mas que sim existe um risco neurológico e que um acompanhamento adequado é importante", aconselhou Dyck.

Segundo os cientistas, 16% dos pacientes que passaram pela cirurgia de redução de estômago desenvolveram problemas neurológicos.

Alguns tiveram que usar cadeira de rodas após sentirem dormência nos pés, dores fortes e fraqueza.


VEJA O ABSTRACT
Neurology Magazine
25/10/2004

Voltar
Humor
O Bêbado Bem-Tratado
Doença Hereditária
Transplante de Cérebro
O desespero da senhora


Se você quiser receber nosso informativo cadastre-se aqui



Vidamédica.com.br
Apoio Laboratório Gross
Todos os direitos reservados